Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BikeFantasy (Blog)

26
Set20

Volta a Portugal Edição Especial 2020

A edição especial da nossa volta começa já neste domingo. Neste contexto de pandemia, esta poderá ser a prova de salvação de muitas das equipas nacionais. Quase sem competição em Portugal, ninguém sabe muito bem o que esperar desta edição. Serão 9 dias na estrada, com muitos dos locais habituais a serem visitados mas com a novidade das etapas mais duras a acontecerem mais cedo que o normal. A etapa 2 com a chegada ao alto da Senhora da Graça, certamente com um monte Farinha despido de público, será um dos pontos altos desta edição, ficando reservada para a etapa 4 a sempre decisiva chegada à Torre. As restantes etapas estão podem ser valiosas para os sprinters ou para ciclistas combativos com exceção do contra relógio final em Lisboa que ditará a classificação final.

João Rodrigues (W52 - FC Porto) vencedor da Volta a portugal 2019.

 

Dada a distribuição das etapas desta edição, o contexto em que estamos e a falta de competição evidente em todos os ciclistas, poderemos ter uma volta diferente. Não existem referências em competição dos ciclistas e nenhuma equipa sabe ao certo como estão os seus corredores e muito menos os adversários.

Este ano podemos ver vencer perfeitamente um “Rui Vinhas”. Uma fuga nos primeiros dias poderá ter sucesso e ditar o futuro da prova, pois sem as ditas referências não nos parece de crer que os blocos mais fortes W52 – FC Porto e Efapel queiram controlar as etapas mais duras de início a fim sem saberem como estão os seus líderes. Espera-se uma prova mais atacada que o habitual, e isso poderá ser excelente para nós espectadores. Se a prova se desenrolar segundo o guião habitual João Rodrigues, Joni Brandão e Vicente García de Mateos partem como favoritos, signifique isso o que significar neste contexto especial.

No que diz respeito ao nosso BikeFantasy, se existir alguma fuga, acertar num desses ciclistas ofensivos poderá ser a chave para a vitória, mas se a volta seguir o formato habitual os ciclistas habitualmente candidatos têm de estar sempre debaixo de olho para fazerem parte da escolhas e claro podem ser excelentes jokers.

No prólogo inicial os homens mais rápidos e mais pesados podem ser os ciclistas certos a apostar. Em nossa opinião Samuel Caldeira, Gustavo Veloso, Rafael Reis, Sergey Shilov, Vicente García de Mateos ou Gavin Mannion serão nomes a ter em conta.

O alto da torre (Serra da Estrela) será como sempre um dos momentos chaves da volta a Portugal

 

As etapas mais duras, como de costume deverão ter nos ciclistas das equipas nacionais os grandes protagonistas. A armada do W52-FC Porto deverá ter em João Rodrigues, vencedor da última edição, o seu trunfo mais forte mas Amaro Antunes e Gustavo Veloso são cartas a ter em conta. O bloco da Efapel deverá, como sempre, estar totalmente focado no seu chefe de fila Joni Brandão, tendo em António Carvalho e Tiago Machado os seus escudeiros. Das restantes equipas nacionais o grande nome a ter em conta na nossa opinião é Vicente de Mateos. Frederico Figueiredo mostrou estar em excelente forma no passado fim de semana no GP Joaquim Agostinho, mas o contra relógio final deverá retirar-lhe qualquer hipótese de lutar pelo top 5. Os axadrezados apesar das dificuldades sempre evidenciadas também nesta especialidade podem colocar 2 ou 3 homens no top 10 final. Das restantes equipas nacionais Joaquim Silva, Alejandro Marque e Henrique Casimiro podem ser homens a fazer parte do top 10 final. Das equipas estrangeiras Ricardo Vilela, Délio Fernandez e Keegan Swirbul devem ser os nomes a aparecer nestas etapas mais duras.

 

Não percas mais tempo e começa já a jogar.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D

    Sigam-me

    Em destaque no SAPO Blogs
    pub